terça-feira, 26 de abril de 2011

e O Silêncio

fechado em meu silêncio
eu abstraio o estrondo exterior
e apenas espero o tempo correr
e ele escorre
eu olho
tento sentir o mínimo
meu ânima sem muito
ânimo
em estado de espera
nem se desespera
respira, acalma
a alma, inspira
a calma (ainda não)
acaba.

Um comentário:

Isabela Salles disse...

hehe, obrigada.
sou de mg, paraisópolis.

gostei bastante de seu blog também, quando quiseres tomar um café on line, fique a vontade

http://www.facebook.com/home.php#!/profile.php?id=100001832950325

beijo, Isa.